Street Art AXA Porto

O meu interesse como investigadora em formação por realizar uma estadia na Escola das Artes da UCP remonta a junho de 2013, data na qual pude assistir, como membro da equipa de investigação CS1 da Faculdade de CCSS e da Comunicação da Universidade de Vigo, a uma reunião convocada na UCP onde se expôs o trabalho que o grupo de investigação Teoria das Artes vinha realizando, e as possibilidades de colaboração entre este e o CS1.

O primeiro objetivo de minha estadia num centro de investigação localizado fora de Espanha era o de optar pela Menção Europeia no Título de Doutora. Além disso, a eleição da Escola das Artes para tal fim responderia, como pude constatar em decorrência daquela reunião, a motivos estreitamente vinculados com a minha tese, sendo este o centro idóneo para o desenvolvimento da mesma, por dois motivos: o primeiro, que se trata de uma Faculdade de Artes; e o segundo, que se encontra localizada no norte de Portugal e goza de excelentes comunicações com outros núcleos urbanos próximos do eixo atlântico. A seguir desenvolverei os motivos que fazem destas duas características fundamentais e de grande importância para o desenvolvimento do meu trabalho.

Dado que a tese na qual estou a trabalhar versa sobre arte urbana e as suas implicações sociais (centrando a análise, portanto, na função comunicativa da arte), era evidente que uma estadia na Escola das Artes seria ideal para enriquecer a minha investigação (pois, apesar de ter realizado uma pós-graduação de especialização em arte, não é o meu âmbito de trabalho central), já que permitir-me-ia abordá-la desde perspetivas diferentes (e complementares) das meramente comunicativas, ao mesmo tempo que, da minha parte, poderia contribuir com uma abordagem alternativa sobre esta disciplina (fundamentalmente na sua produção contemporânea), analisando as suas aplicações no atual contexto social.

A antessala desta tese, o Trabalho de Fim de Mestrado, Graffiti na Galiza, Autores e comunicação pública (2002-2012), realizado como aluna do Mestrado de Investigação em Comunicação da Faculdade de CCSS e da Comunicação da Universidade de Vigo, supôs uma primeira tomada de contacto com a dimensão social da arte urbana, contemplado como uma ferramenta de construção de identidade de grupo, bem como um reflexo das preocupações e o mal-estar generalizado dos cidadãos. Assim, este trabalho centrou-se na análise do atual contexto social (histórico, institucional, político, económico, meio ambiental e tecnológico) da Galiza, com o objetivo de determinar a relação entre este e as obras, seguido da identificação das(os) principais artistas e a análise profunda da sua produçãomais icónica, a fim de determinar a influência exercida entre esta e o seu contexto, de maneira mútua.

Apresenta-se a implementação do plano de trabalho: ANEXOS_STREET ART AXA PORTO